domingo, 7 de outubro de 2012

A Bandeira Nacional e a mentira de António Costa

Tanto se tem falado do insólito acontecimento da bandeira nacional hasteada ao contrário, no passado 5 de Outubro.
Muitas têm sido as interpretações, os sibolismos rebuscados, as culpas atribuídas.
Ainda não vi nenhum comentador atribuir as culpas ao verdadeiro culpado.
Não restam dúvidas de que o lado do cordel que é, inicialmente, entregue a Cavaco Silva está correcto.
Veja-se como António Costa puxa o lado errado e induz em erro o Presidente entregando-lhe a parte errada do cordão.
Não restam dúvidas de que António Costa foi o único e grande culpado da situação.

O Presidente da Câmara de Lisboa pediu desculpas. E muito bem.

O que é lamentável é que António Costa tivesse mentido quando atribuiu as culpas a algum funcionário pouco zeloso (digo eu) que "embainhou a bandeira".
O que é lamentável é que António Costa se revele afinal como tantos outros políticos neste país, e se tente livrar das culpas dos seus erros, mentindo e chutando para baixo, para os mais fracos.

Façamos como no futebol e vejamos a repetição da "jogada" nas imagens da tv aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.