segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

EMARP - Um abuso (que julguem os leitores)

No dia 12/2/2012 enviei este email ao Exmo Director-Geral de EMARP. 
Ainda não se dignou responder-me. 


Eis o teor do referido email:

Exmo Senhor
Peço desculpa pelo tempo que lhe tomo.
Recebi pelo correio a vossa factura nº 58 de 26/01/2012 no valor de 29,94€ relativa à substituição de uma torneira de passagem que se avariou (sem que alguma vez fosse usada por mim) e que ESTÁ SITUADA ANTES DO CONTADOR DA ÁGUA.
O conteúdo dessa factura merece-me algumas considerações e pedidos de esclarecimento:
1 - É facturado o serviço de DOIS operários no valor de 8,81 €, sendo UMA HORA de trabalho para cada um deles.
DOIS OPERÁRIOS PARA SUBSTITUIR UMA TORNEIRA e UMA HORA DE TRABALHO PARA CADA UM DELES ???? Será que compreendi bem ????
2 - É facturado o material aplicado no valor de 15,03 €. Pergunto: SENDO A NOVA TORNEIRA MINHA, PORQUE A PAGO, QUANDO ABANDONAR O APARTAMENTO POSSO RETIRÁ-LA E LEVÁ-LA COMIGO ????
3 - Deslocações = 0,50 € ??? PARECE-ME POUCO !!! Não haverá engano ????
4 - Em outros municípios quaisquer trabalhos a efectuar na canalização de água ANTES DO CONTADOR são da exclusiva competência e responsabilidade do serviço fornecedor e está vedado aos consumidores quaisquer alterações nesse sector.
Será que em Portimão é diferente ???? Os consumidores podem alterar ou mexer no circuito no sector ANTES DO CONTADOR ????
Agradeço a V. Exa o favor de mandar que me respondam a estas 4 questões em tempo útil, isto é, até à data do pagamento da factura.
Como V. Exa sabe, na qualidade de consumidor tenho o direito de conhecer todos os promenores de uma compra que vou fazer e de um serviço que me foi prestado e que irei pagar à EMARP.
Atenciosamente
Jorge C. Reis
Cliente nº 073199 "

3 comentários: