terça-feira, 2 de novembro de 2010

Saudades de Coimbra

A "cabra" da velha torre
Meu amor, chama por mim.
Quando um estudante morre
Os sinos dobram assim
Ai quem me dera abraçar-te
Junto ao peito, assim, assim
Deixar o mundo e levar-te
Sempre abraçadinha a mim.

(letra de um velho fado de Coimbra)


Clique na imagem para ampliar

8 comentários:

  1. A Bandeira de Portugal aponta para NUVENS NEGRAS...

    Um abraço.

    ( Lá se colaram palavras - como é costume em mim - e tive que corrigir)

    ResponderEliminar
  2. Tem toda a razão. Não consigo ver futuro claro. Abraço

    ResponderEliminar
  3. JORGE
    Posso imaginar as saudades de Coimbra e dos eventuais belos tempos por lá passados.
    Abração
    Gaspar de Jesus

    ResponderEliminar
  4. Sou natural do distrito de Coimbra.

    Novo post no sítio do costume

    http://ocantinhodomestre.blogspot.com/2010/11/episodios-de-infancia.html

    ResponderEliminar
  5. Como sempre...! Mais uma bela fotografia e esta com o "cheiro forte" da saudade.
    Estive em Coimbra há pouco tempo e não consegui ir até lá! É bem verdade que para ir onde queremos temos de andar sós, com companhia não dá.

    ResponderEliminar
  6. Está uma imagem lindíssima!! E gostei muuuuito do P&B!! Parabéns!
    Coimbra é uma cidade que adoro apesar de nunca lá ter morado nem estudado. Acho esta cidade e o seu rio Mondego, uma cidade mágica!!
    A letra deste fado não conheço, mas é muito bonito.
    P´ra mim fado.... só de Coimbra!! :))) De Lisboa, não gosto!! :)))) Gostos, não é!!
    Bjiiiinho

    ResponderEliminar
  7. Obrigado a todos os que tiveram a gentileza de comentar esta foto.

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.