sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Brincando com as imagens (1)

Sei que os puristas me vão "massacrar", porque vão achar-me um herético, mas hoje vou brincar com fotografia.

Não sou profissional (nem sequer um expert) mas, com algum trabalho e ensinamentos de amigos, tenho conseguido aprender coisas que gostaria de partilhar com os meus leitores.

Digam os puristas o que disserem, o certo é que desde os tempos mais antigos, ainda na era da fotografia analógica, já os bons profissionais faziam "clonagem" e colagem de negativos nos laboratórios, que lhes permitiam melhorar os seus originais.

Hoje, com o aparecimento da fotografia digital, tudo é mais fácil e quase aposto que muito poucos há que não façam post-produção das suas fotos.

O célebre Photoshop mudou o mundo da fotografia, mas continua a ser uma aplicação cara e que não está ao alcance de todas as bolsas. Eu não o uso.

Há porém algumas outras aplicações que são grátis e que nos podem ajudar.

Falemos hoje de Tilt-shift.

Estilo de fotografia conhecida como “tilt and shift” ou simplesmente tilt-shift que produz fotografias de objectos e cenários reais mas que ficam parecidos com miniaturas e maquetes. A primeira lente desenvolvida especialmente para produzir este efeito foi a Canon TS35mm f/2.8 S.S.C em 1973. (vidé Wikipédia)

Links para saber mais: Obvious, Grupo do Flickr, Tiltshiftmaker (editor online grátis), TiltShift Generator (outro editor online; eu aconselho este).

Para quem quiser ter as aplicações no seu próprio computador pode ir buscá-las CLICANDO AQUI . Tem as versões para Mac e para Windows.

Aqui vão o meu original e duas edições:





13 comentários:

  1. Olá Jorge, boa noite... feliz ano novo!!!!
    Gostei muito da 1ª foto! Está 5*****!
    Obrigada pelas dicas e pelo programa... já vou baixá-lo!...
    Bj

    ResponderEliminar
  2. Jorgito

    Venho hoje aqui para te dizer que continuo a visitar-te, continuo a gostar de o fazer, continuo a achar excelente o teu blogue, continuo teu Amigo. E espero continuar assim durante este 2010 em que já estamos. A maior parte das vezes, não deixo cumentários, com o, porque não chego para as encomendas…

    Muito obrigado pelo que me deste, que foi muito, e a que eu talvez não tenha correspondido como tu mereces. Vou tentar ser um pouquinho melhor nos 364 dias que se seguem. Mas, não prometo nada. Sou um malandro. Bom? Penso que menos mau…

    E peço-te desculpa por este ser um texto comum. Com a quantidade de gente como tu, não podia ser de outra maneira. Não sou uma centopeia, para chegar a toda a parte, muito menos um deus para ser omnipresente. Espero por ti, sempre que queiras visitar-me na minha Travessa.

    Qjs Abs

    ResponderEliminar
  3. Boa!Iniciamos o ano a aprender arte fotográfica, ou de manipulação de imagem!Muito obrigada! Será um contributo para que melhore muitas das minhas fotos, uma vez que sou uma leiga apaixonada por registos fotográficos.

    Cidade luz ligeiramente manipulada!!!
    Beijinho com umolhardpeerto

    ResponderEliminar
  4. Não sou um "PURISTA", pode crer.
    Mas não colo nuvens, nem luas, nem barcos...
    Considero isso uma ALDRABICE!
    Agora, contrastar mais ou menos e outros pequenos acertos, certamente!
    De resto, só o felicito por divulgar todas essas "novas ferramentas".

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Céu
    Acho que a técnica pode fazer alguma coisa no desfoque de fundo das macro mas ainda não experimentei. Vá dizendo coisas.

    Luísa
    Obrigado pelo visita Um bom 2010 para si e para todos os seus.

    Henrique
    Obrigado e retribuido. Vou passar mais vezes pela Travessa. Abraço.

    João Menéres
    Eu, por mim, nada tenho contra a fotomontagem, embora não a saiba fazer. Acho que é uma técnica para determinadas situações. Mas deve ser dito que o é. Se isso se faz e nada se diz, então concordo consigo. É aldrabice.
    Há tempos fui ver uma exposição de fotografia muito conceituada internacionalmente e vi algumas fotografias premiadas que eram fotomontagem nua e crua. Só que nada diziam sobre isso e confesso que não gostei. Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Jorge, passando para lhe desejar um Ano Novo repleto de realizacoes.

    Gostei mais da primeira imagem por ser mais nítida, é claro. Eu tb adoro brincar com essas coisas.

    Abracos

    ResponderEliminar
  7. Caro JORGE
    Confesso que não me atrai este tipo de manipulação, mas acho que, cada um deve estar na Fotografia da forma que mais gostar.
    Como sabe, eu sou um fotógrafo do ANALÓGICO, mas não renego as ajudas que o Digital nos ofereçe, então no campo económico são fantásticas!
    Ainda bem que explicou que esta vertente não passou para si de uma experiência, aliás nem outra coisa seria de esperar de si.
    Quanto ao resto: fotógrafos enganadores, sempre houve e vai continuar a haver!
    PARABÉNS por iniciar 2010 com esse espirito jovem. Abç
    G.J.

    ResponderEliminar
  8. Georgia
    Obrigado. Um BOM ANO também para si.

    Gaspar
    Realmente este é um dos campos por onde não vou entrar por sistema, mas é bom saber um pouco de tudo. Achei engraçada a ideia das "miniaturas" e no Flickr há mais de 30 mil, algumas com efeito muito bem conseguido, o que não me parece o caso destas minhas. A única utilidade que vejo nisto é a possibilidade de ajudar no desfocar do fundo nas macro em que se queira dar esse efeito, se por acaso a profundidade de campo tiver sido demasiada ao disparar.
    Mas há malucos para tudo rsss.
    Obrigado pela visita e comentário e pelo muito que me tem ensinado. Abraço

    ResponderEliminar
  9. É inevitável! Com a entrada do novo ano, no mundo inteiro, milhares de pessoas desfiam um rol de bons propósitos. Algumas dessas intenções não passam do 1º mês do novo ano, caem no esquecimento. Por isso decidi que não faço promessas disto nem daquilo.

    Hoje os meus votos para todo o ano vão em forma de IDEOGRAMAS.
    São muitos os símbolos e os significados associados aos ideogramas. Cada traço do desenho imprime uma força mágica, duradoura e com a riqueza de uma escrita antiga e cheia de tradição e respeito.
    Os ideogramas têm muita força e poder.
    Deste modo os meus votos de
    Saúde,
    Coragem,
    Amor e Amizade para 2010.

    ResponderEliminar
  10. Fala de manipulação de imagem!
    Pois...eu não aceito nem concordo que se faça. As minhas fotos não são manipuladas, 1º porque não gosto, acho que devemos ser honestos naquilo que fazemos; depois porque não sei fazer nada disso, nem sequer sei instalar esses programas no meu computador.
    Se tivesse muito interesse pedia a alguém que me ajudasse a instalar, mas não é o caso.

    Como alguém escreveu: "Será um contributo para que melhore muitas das minhas fotos, uma vez que sou uma leiga apaixonada por registos fotográficos."
    Não concordo que se melhore uma foto que foi mal feita.

    Cidade luz que retenho na memória pois estive lá há 1 mês atrás.

    Concordo com o João Menéres:
    Considero isso uma ALDRABICE!

    Quem o faz deve dizê-lo. Se isso se faz e nada se diz, então é aldrabice.

    Posso falar da minha exposição de fotografia, que jamais será conceituada cá dentro, muito menos internacionalmente - o Gaspar de Jesus foi vê-la no Porto e sabe a que me refiro.
    Não uso fotomontagem nenhuma.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  11. Tulipa

    Muito obrigado pelos votos formulados para 2010 que retribuo com amizade.

    Quanto às fotos, se ler bem o que escrevi verá claramente a minha opinião sobre o assunto.
    Em sociedade, nos tempos que correm, todos temos o direito de concordar ou não com (gostar ou não de) determinadas coisas, mas temos que as aceitar. Isso é um facto. É o dia a dia da vida.
    Antigamente sobrepunham negativos na câmara escura ... isso não era manipular ? Isso não era aldrabice ?
    Lembra-se dos filtros azuis e âmbar para corrigir o tipo de luz ? Lembra-se dos infrared para o preto e branco ? Dos kit de vinhetagem ? E das lentes para obter efeitos especiais ?
    Hoje usam software para chegar aos mesmos fins !!! Qual a diferença ?
    Diz: "Não concordo que se melhore uma foto que foi mal feita."
    Acha que corrigir um contraste, escurecer um céu, alinhar um horizonte que ficou oblíquo, retirar ruído indesejado, fazer um crop é aldrabice ?
    Acha que usar um simples filtro UV (ou um polarizador) é aldrabice ? Não os usa ?

    ResponderEliminar
  12. Olá Jorge
    Feliz 2010 e que venham mais e mais belas imagens.
    abraços do amigo carioca
    Jorge Fortunato

    ResponderEliminar
  13. Olá Jorge

    Só hoje vi a sua resposta ao meu comentário.

    Quanto ao que escrevi eu não me referia a si em particular, falo num contexto geral e continuo a dizer que é "aldrabar" uma imagem tudo o que se faça para alterar aquilo que foi captado naquele momento.
    Para mim uma imagem é um clic único, o que acontece naquele milésimo de segundo não volta a repetir-se mais...

    Lógico que vi claramente a sua opinião sobre o assunto.

    Também é verdade que em sociedade, nos tempos que correm, todos temos o direito de concordar ou não com (gostar ou não de) determinadas coisas.
    Mas aceitá-las é que não.
    Não concordo, não aceito, mas também não critico, apenas digo o que acho.

    Nunca escrevi que é sinal dos tempos modernos, sempre se manipulou imagens...também no antigamente.

    Em resposta à sua pergunta:
    Acha que usar um simples filtro UV (ou um polarizador) é aldrabice ? Não os usa ?
    A MINHA RESPOSTA é Não, não uso nem nunca usei.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.