sábado, 18 de julho de 2009

Filhos dos políticos na escola pública


Repescando blogues de amigos encontrei esta notícia:

O Senador Cristovam Buarque (do Senado Federal do Brasil) apresentou um projecto de lei para que, até 2014, todos os detentores de cargos políticos sejam obrigados a matricular os seus filhos (e demais dependentes) numa escola pública.

A proposta caíu bem na opinião pública brasileira e já se esboça uma campanha na net, no sentido de pressionar para a sua aprovação.

E se, em Portugal, houvesse iniciativa para propor uma Lei idêntica ?
Talvez se olhasse com outros olhos para o nosso sistema educativo e mudasse, de facto, a realidade do nosso país.

Haja coragem, senhores deputados !!!!

7 comentários:

  1. Amigo Jorge;
    O Senador Cristovam Buarque é um dos poucos nomes em todo Congresso, que podemos chamar de honesto. É um intelectual maravilhoso. Um homem que viveu toda a sua vida para a Educação. Entretanto, por ser honesto e não estar envolvido com a corja que representa o povo brasileiro, ele mesmo sofre diversas retaliações. O nosso Presidente investiu em desacreditá-lo.
    Essa proposta já é conhecida de longa data. Apesar de muito interessante, nunca será colocada em prática, pois nossos deputados e senadores legislam em causa própria. Seria muito interessante que fosse colocado em prática, pois representaria um incremento significativo de qualidade nas escola publicas. Mas só nos resta sonhar com a luz no fim do túnel.
    Abraços,
    Blog de Um Brasileiro

    ResponderEliminar
  2. Olá Jorge,
    Eu não estava sabendo disso, mas agora que sei sou totalmente a favor.
    É um grande descaso, aqui no Brasil, dos governantes para com a educação, a saúde, segurança etc.
    Como eles querem coisas boas, futuros brilhantes para seus filhos, eles os colocam em instituições particulares, atitude que a maioria dos brasileiros não pode tomar, infelizmente.

    Pérolas a você!

    ResponderEliminar
  3. Seria uma ótima experiência, abs.

    ResponderEliminar
  4. Nada a opor...Seria arrojado juntar os nossos filhos com os desses senhoras da politica!Chegariams à doce conclusão que os nossos filhos são bem melhores que os demais!!!Até porque de politica sabem falar!

    ResponderEliminar
  5. Se alguém surgisse com uma proposta dessas, surgiriam logo aqueles que defenderiam que estaria em causa uma questão de liberdades (o que não deixa de ser verdade).

    Além do mais, os filhos dos tais políticos (e há muitos que estudam em escolas e faculdades públicas) poderiam ver-se envolvidos num estranho sistema de favorecimentos por parte dos professores, que, sinceramente, prefiro nem desenvolver, até porque conheço pequenos casos em faculdades públicas que me deixam os cabelos em pé... e mais não digo.

    ResponderEliminar
  6. Em Portugal, os colégios e escolas privadas têm tido, ao longos dos anos, apoios do Estado. Existe o que chamam de paralelismo pedagógico. É verdade que o caminho é para os pais matricularem os seus filhos na escola que querem, e não na da área de redidência. Agora quanto aos políticos, esses correriam logo a colocar os seus filhos(muitos já o fazem) nas escolas da Suiça e Grâ-Bretanha.

    ResponderEliminar
  7. Devia ser obrigatorio filhos de politicos estudarem em colegio e instituição publica,só assim eles iam perceber que a educação no brasil é defasada. se colegio publico realmente tivesse um ensino de qualidade os filhos deles estariam la. bjus adorei o post

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.