terça-feira, 16 de junho de 2009

As tolices do Ministro das Obras Públicas


Até agora o Governo tem insistido no TGV e tem passado a mensagem de que o Comboio de Alta Velocidade é sua opção prioritária e a obra é para andar e ... JÁ.

Depois da "pulverização" que o Partido Socialista sofreu nas Eleições Europeias, o discurso e a atitude começaram a mudar.
Vê-se que a crista baixou, a arrogância está em queda. Nota-se uma inflexão de rumos em algumas áreas.
Isto é inegavelmente nítido e é bom que assim seja.

Porém, aquilo que ouvimos hoje a Mário Lino, Ministro das Obras Públicas, é uma completa parvoeira.

Sua Excelência "remeteu hoje para a próxima legislatura uma decisão final do Governo sobre a alta velocidade, explicando que há procedimentos e prazos para o Executivo respeitar." ... "O andar normal das coisas leva a que só na próxima legislatura – lá para Outubro –, haja condições, nunca antes, para assinar o contrato de concessão" (Fonte: Público)

Será que este Senhor pensa que os portugueses são parvos ?
Ou é ele que o é ? Se não é, parece !
Haja juízo !!!

6 comentários:

  1. sorrrizinho de parvinho já ele tem ehehehe

    ResponderEliminar
  2. Oi Jorge, tem um selinho para você lá no blog, abs.

    ResponderEliminar
  3. Esse gajo é um saloio...muito burro

    ResponderEliminar
  4. Bem, esta do comboio de alta velocidade sempre me pareceu, mais uma vez, o do país pequeno querer mostrar-se maior do que já é.

    Só assim se entende criar "luxos" só para algumas classes usufruirem e os pequenos verem passar, pois os preços dos bilhetes não são certamente para o comum dos mortais.

    E num país onde tanto se fala de crise e apertar o cinto, termos outros a quererem criar luxos, dá mesmo muito que pensar.

    ResponderEliminar
  5. É um autêntico idiota, como se pode ainda ouvir besteiras da boca dele e dos demais ?

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.