domingo, 3 de maio de 2009

Turismo no Algarve


"Não é possível entrar na Praia da Luz a direito. A estrada em frente não é para os que chegam mas para os que partem. Os sinais mandam cortar à direita, portanto para cima. É como se contornássemos as traseiras antes de penetrarmos no seu interior, e a vista não é de postal: uma fiada de urbanizações com ar de pouco uso, sem vida, literalmente para inglês ver. Chamam-lhe Praia da Luz, mas a praia não se vê daqui. Não se viu ainda, apesar de a inclinação natural do terreno se pôr a jeito. Os prédios vedaram o mar."

É assim que começa um pequeno artigo de Kathleen Gomes no Público, que vale a pena ler aqui.

A jornalista descreve bem o panorama do que se passa, dois anos após o desaparecimento de Maddie McCann.
Infelizmente o que ali ocorre não é caso único no Algarve. Nem pelas mesmas razões.
Um pouco por todo o lado a crise instala-se subrepticiamente, sem que os menos avisados se apercebam disso.

Há dias falava eu com um amigo, proprietário de uma espécie de pub na Praia da Rocha.
Dizia-me ele da sua apreensão pelo facto do seu negócio estar a ter uma baixa considerável.
Perguntei-lhe:
- E os portugueses, também diminuiram ?
- Não sei, o meu bar é para ingleses e irlandeses...
- Converte-o.
- Na minha idade já não sei se sou capaz.

Este cenário é, aqui no Algarve, muito frequente: turismo virado quase exclusivamente para os estrangeiros (sobretudo ingleses), pouco interesse (ou mesmo desprezo) pelo turista nacional.
Os industriais de hotelaria vão ter, muito rapidamente que se reconverter.
A libra desceu, as gordas gorjetas deixaram de existir.
Os súbditos de Sua Majestade estão a ficar em casa.

Não é possível que, para os portugueses, destinos como a Espanha, Tunísia, República Dominicana, Brasil, e outros, continuem mais baratos do que os do seu próprio país.
Mas sobretudo, não é compreensível, que nesses países sejamos mais bem tratados do que em Portugal.

11 comentários:

  1. Parabéns, amigo. Uma boa denúncia do que acontece com o turismo.

    ResponderEliminar
  2. Boa!!! mas vai levar tempo a que estes nossos portugueses/comerciantes algarvios entendam, que os da casa, são sempre os mais fiéis!!! Era bem feito, que chovessem moscas durante algm tempo para saberem o que era bom para a tosse, depois de falharem os "bifes"!!! Mereciam. Os Portugueses são vistos 'nos Algarves' pelos coitadinhos... oxalá esse tempo chegue e depressa para abrirem o olho rssssssssssssss

    ResponderEliminar
  3. e ainda digo,
    ...até parece que também já há em PORTUGAL portugueses de 1ª e de 2ª? pensei que isso já tinha terminado depois do 25 Abril rsssssssss

    ResponderEliminar
  4. Ellen
    Olhe que as moscas já começam a aparecer. Tenho é pena do que acontece aos empregados, embora alguns também tenham culpas no cartório.
    Leu o artigo do Público que eu citei ? Se não leu siga o link que eu publiquei e leia.

    ResponderEliminar
  5. Sim li. O que aconteceu à míuda, não foi fácil de aceitar. Acredito que os ingleses se tenham afastado mais da zona com receios. Mas a crise que se faz sentir tb é um factor para este acontecimento do afastamento turistico. Coincidências, julgo eu!!!

    ResponderEliminar
  6. O Algarve é o sítio ideal para um local ser maltratado!
    Fazer turimo noutro lado porquê?
    A malta até que estranhava...

    ResponderEliminar
  7. Querido Jorge, lá no meu post sobre "padaria" vc disse que tudo é igual! Eu considero surpreendente vir comentar e encontrar fatos correlacionados. Eu imagino o problema de voces, mas aqui o turismo interno ainda é bem caro. Há poucos anos que encontramos passagens internas mais baratas.
    Uma beijoca! Amei sua visita!

    ResponderEliminar
  8. Jorge
    A situação na Praia da Luz pode não ser a melhor, mas a Foto está excelente.
    Parabéns
    G.J.

    ResponderEliminar
  9. Gaspar
    A foto não é minha (rssss) Mas gostava de as tirar assim (rsss)

    ResponderEliminar
  10. Oi amigo, venho aqui informá-lo que a Secretaria de Turismo do Amazonas criou junto com o Governo do Estado, um belíssimo Site de Turismo que retrata as belezas da região norte
    www.visitamazonas.com

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.