quarta-feira, 6 de maio de 2009

Humildade



Furnas da Ribeira Grande - S. Miguel - Açores - Portugal

Rolar… girar… O Mundo rola e gira
constantemente, em torno de seu eixo.
Rolam astros e tempos… Eu me deixo
rolar, também, sem ambição nem mira.

Cantem outros de amor ou rujam de ira.
Eu não canto, nem rujo… nem me queixo…
e vou, mágoas a fora, como um seixo
vai, rio abaixo, na água, que suspira.

Vai, rio abaixo, na água: e a água o converte
em gota, seixo líquido… E, antes isso
do que ser pedra grande – bruta e inerte!

Antes ser livre seixo, à correnteza,
que ser bloco de mármore… ao serviço
de Sua Majestade ou Sua Alteza…

Hermes Fontes (poeta brasileiro)


12 comentários:

  1. Poeta brasileiro desconhecido para mim. Tenho vindo pouco aqui pq estive enrolada com as blogagens coletivas. Aos poucos volto a visitar os amigos como merecem.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema este e assim como a Vanessa, também não o conhecia...valeu meu amigo por compartilha-lo conosco.
    Um grande beijo e ótima tarde!

    ResponderEliminar
  3. Linda esta paisagem, perfeitamente enquadrada no poema!
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Maravilhoso poema e maravilhosa foto,as samambaias me dão a sensação de que posso tocá-las!

    Beijo!Sonia Regina.

    ResponderEliminar
  5. QUERIDO JORGE, BELA IMAGEM E SUBLIME SONETO...ABRAÇOS DE AMIZADE,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  6. Foi bem escolhido o poema para tão bela foto. Parabéns. Um abraço

    ResponderEliminar
  7. que bonito poema Jorge e a paisagem melhor ainda porque eu adoro tudo que possa ter água :)

    ResponderEliminar
  8. "Antes ser livre seixo, à correnteza,
    que ser bloco de mármore… ao serviço
    de Sua Majestade ou Sua Alteza…"

    Jorge,

    A imagem e o poema. Associação perfeita de uma mente brilhante. Parabéns.

    ResponderEliminar
  9. Nao conhecia Jorge. Muito bonito.

    Abracos

    ResponderEliminar
  10. Grande mestre da sensibilidade. Valeu, Jorge!!!

    ResponderEliminar
  11. El poema es precioso, y la foto que lo acompaña tan bien, es una belleza, Jorge.
    Una gran armonía en este post.
    Felicidades.
    Un abrazo,

    ResponderEliminar
  12. Eu sempre tive muita ligação com plantas e águas, dá sensação de pureza e paz.
    Bjs

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.