quarta-feira, 13 de maio de 2009

Capela dos Ossos - Campo Maior


Em 16 de Setembro de 1732 deu-se um acontecimento trágico em Campo Maior, a explosão do paiol do Castelo, ficando este e a Vila severamente danificados. Em 1766 foi construída a Capela revestida com ossadas de cerca de 800 das vítimas da explosão.

É a segunda maior capela de ossos portuguesa, a seguir à da Igreja de São Francisco de Évora, e ainda hoje, ao contrário da maioria das suas congéneres, move fiéis.