sábado, 25 de abril de 2009

A velhinha e o MONSTRO - Uma história real


A senhora tem 95 anos de idade (quase um século), está praticamente cega, constantemente acamada.
Recebe um subsídio de reforma de quinhentos e poucos euros mensais que mal chegam para os medicamentos que toma.

Nem sequer existe. Não tem documentos. Em tempos perdeu a mala onde os tinha. Nem Bilhete de Identidade, nem Cartão de Contribuinte, nem sequer Cartão de Eleitor. Não tem condições físicas para se deslocar aos serviços competentes para os renovar.

Mesmo assim o MONSTRO localizou-a.

Há tempos o MONSTRO legislou. E ela passou a ser obrigada a apresentar anualmente a declaração de IRS, mesmo que não tenha que pagar nada ao MONSTRO.

Ela, coitada, nem sabe o que é o IRS. Ela, coitadita, nem sequer já conhece nada de leis.

Só sabe que tem dores, tonturas quando se levanta, que tem que ser amparada, que não vê, que já não pode escrever.

Mas o MONSTRO diz-lhe que tem que fazer uma DECLARAÇÃO. Do que recebe, do que gasta com a sua débil saúde... Ela que nem sequer distingue as moedas.

A carta do MONSTRO chegou. Está atrasada a senhora ! Já em 2007 devia ter mandado a DECLARAÇÃO ! Tem 30 dias para explicar ! E vai pagar uma multa de mais de 100 euros (mais de um quinto da sua pensão mensal) ! Mesmo não devendo nada ao MONSTRO, não devendo nada a ninguém.

O CHEFE DOS MONSTROS diz que não vai perdoar a multa.

A senhora não vai pagar.

Ainda será viva quando vier a penhora dos bens que não existem? Pode ser que lhe venham penhorar o caixão !!!

Esta é uma situação real.
Esta é uma questão que, segundo os números divulgados, abrange 120 mil idosos neste país.
O Estado vai arrecadar cerca de 22 milhões de euros nas multas, uma vez que ninguém tem que pagar imposto.
Dizem os MONSTROS (eu chamo-lhes governantes deste Portugal), que não vão "perdoar" as multas por questões de "justiça e igualdade".
Que justiça social, que igualdade? Isto é roubar a quem não tem força para se defender. É alimentar com o sangue dos pobres a barriga dos senhores do capital, dos ordenados chorudos, das negociatas escuras, dos BMW topo de gama, dos banqueiros, dos empresários corruptos, dos que têm 2 e 3 reformas de milhares de euros: os VAMPIROS.
Haja vergonha !
Assim eu comemoro o 25 de Abril.

17 comentários:

  1. Puxa Jorge, como tudo isso é mesmo uma vergonha para o nosso País!!!
    e sabemos que existe, é verdade, e por isto e muito mais eu por vezes digo que devia haver outro 25 de Abril do SANGUE, em vez dos CRAVOS!
    Sei que é muito forte verbalizar esta palavra SANGUE, mas é uma hipérbole mais no sentido de uma mudança para mais justiça social. Porque afinal como eu já referi em comentário à marie, e respostas no meu post a outros, o meu 25 de Abril continua a ser visto como ditadura!!!
    Adorei este seu 25 de Abril.
    Parabéns!

    BEIJINHO

    ResponderEliminar
  2. Amado Jorge tenho um amigo em Portugal que fala muito a respeito do "MONSTRO", e dos absurdos n na qual ele se alicerça, mais para seu consolo e de todos aqui no Brasil não estamos muito diferente, eles precisam se alimentar, fortificar-se e, infelismente sempre é as custas dos menos providos, aqueles que contribuem sacrificadamente para engordar seus caprichos insaciáveis.
    A paz

    ResponderEliminar
  3. É este o infeliz país que temos.
    E destes governantes só poderia falar com muita revolta...
    Bonita forma de assinalar a data de hoje, há 35 anos tão cheia de esperança num futuro bem melhor, mas que se tornou já tão longínqua. Esta canção de José Afonso, aqui numa moderna interpretação de artistas brasileiros, é mais actual do que nunca.
    Há, POVO, quando vais acordar?
    Um beijinho,

    Milouska

    ResponderEliminar
  4. Jorge
    Há de facto muita desigualdade e injustiça, mas pelo menos podemos expressar-nos sobre elas...
    Beijinho
    Marie

    ResponderEliminar
  5. ellen
    Obrigado pela visita. De facto eu também acho que deveríamos acordar de novo. Com outras armas, claro: o nosso VOTO.

    Milouska
    Sei que tu vais usar a tua arma, mas ... e os outros?

    marie
    Pelo caminho que as coisas estão a ir, nem sei quanto tempo mais isso vai durar. O medo está realmente instalado, o que é mau princípio. As tentativas de intimidação e as pressões são do dia a dia em todos os campos.

    ResponderEliminar
  6. Aaaaiiii Jorge, que é isto....! Você parece o meu marido a falar!!!!!! É isso mesmo,.....!Vocês
    podiam candidatar-se às próximas eleições...(estou a brincar consigo), é que é isso mesmo que eu ouço diáriamente, eheheheh. E os impostos?...ele diz precisamente que deviam carregar nessas pessoas que têm altas vidas, altos carros de alta cilindrada, casas por todo o lado, reformas, ordenados e contas chorudas, esses sim, se podem ter isso tudo, também podiam pagar mais impostos, não somos nós que contamos os tostões, e não temos sequer uma casa própria, algumas pessoas nem um carrinho têm para ir para o trabalho, têm de ir à chuva de motorizada e é quando a têm! Enfim, teríamos muito que falar, mas eu creio que não vai ser nenhum homem que vai dar a solução a isto tudo, porque o ser humano é falível.Lá poderá haver um ou outro com umas ideias melhores, mas apanhados lá, acho que são todos iguais. Contudo, gostava que o Manuel Alegre se chegasse à frente. Olhe, o meu marido já está para ali a dizer: "ai meu Deus se eu abria a minha boca"...!!!! Está a falar na falta de formação das pessoas, diz que a formação da maioria do nosso povo que é Quim Barreiros, Fátima, futebol e fado! Mas vamos ter calma, a seu tempo tudo se vai resolver. Façamos a nossa parte, contribuindo nós para um mundo melhor e o resto vai-se resolver, vai ver! É muito complicado explicar melhor aqui!
    Gostei da conversa!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Aqui no Brasil estamos repletos de monstros. Os idosos têm o pior tratamento possível e parece que só vai piorar. O governo mostra uma coisa nas propagandas (que não param de crescer, pagas com nosso dinheiro, claro) e na prática faz o completo inverso. Muito lamentável e desrespeitoso com quem trabalhou uma vida toda.

    Abraços

    ResponderEliminar
  8. Céu Vieira
    Ainda bem que o seu marido pensa como eu. Um abraço para ele.
    Mas eu ainda penso que o POVO não é burro nem ignorante e saberá, pelo menos desta vez, usar o seu voto pela sua cabeça, sem ligar ao que os caciques locais dizem.
    Eu já estive na política, mas olhe que a porcaria lá dentro é tal que me enjoei.
    Voltaria com o MA, isso sim, mas não vejo, por ora, luz ao fundo do túnel.
    Tenhamos esperança.
    Beijinho e bom feriado

    ResponderEliminar
  9. Olhe Jorge com a conversa esqueci-me de comentar a história. É que é isso mesmo!!!Há muitas/os velhinhas/os destas por este país fora! Eu vejo-as aqui bem perto de mim e vivo de perto a situação delas! É revoltante mesmo e o MONSTRO a ajudar os jovens, dando-lhes dinheiro para eles ficarem em casa (rendimentos mínimos, subsídios de rendas etc) depois claro, é melhor andar toda a noite e depois ficar em casa...têm na mesma um ordenado no final do mês...! Mas isto é mais complicado do que perece. Deviam fechar as casas noturnas ou então terem um horário de abertura e fecho decente...( é falta de liberdade, não é), só abrirem ao fim de semana, senão as pessoas andam toda a noite e depois não dão rendimento...andam só a fazer asneiras, como nós vemos nas notícias, pois têm todo o apoio do estado...! E os velhinhos nada! Nem para os medicamento ganham! Já chega, pronto!
    bjs

    ResponderEliminar
  10. Jorge,

    Volto aqui apenas para corrigir um erro de palmatória. Claro que se trata de um lapso, mas aqui fica a devida correcção: onde se lê "Há" deve ler-se "Ah".
    Beijinho,

    Milouska

    ResponderEliminar
  11. Amigo Jorge, pessoas decentes e honestas enjoam-se com estas políticas...o meu marido também já esteve metido na politica, mas também viu tanta coisa ...ele é muito radical,percebe? Mas ainda apostarÍamos no MA...! Ele diz que o povo Potuguês é muito acomodado. Devíamos neste dia manifestarmo-nos pondo bandeiras pretas nas nossas janelas em sinal de descontentamento, para ver se o Monstro tem vergonha.Já viu o país todo com bandeiras pretas nas janelas???'Era bem feito, não era?

    ResponderEliminar
  12. Muito duro para encaixar, mas é a realidade de um país que teimosamente se diz democrático, mas só para a plateia ver.
    Esta senhora, como ela tem muita gente por este país fora, ficam multados e caso não façam o pagamento, terão problemas futuros com as declarações e suas proveniências reformas.
    Mas, que devemos pensar quando o PM e outros tubarões desta democracia sombra que não fazem as suas declarações, que escondem os seus verdadeiros rendimentos, que passaram toda a sua vida e fugir com os dinheiros de cá para lá, estes não são multados nem condenados???
    Que forma tão inglória para relembrar um 25 de Abril de cravos, melhor fosse de balas...

    ResponderEliminar
  13. Eu ia escrever uma coisa, mas SUBSCREVO POR INTEIRO as palavras de
    MGHORTA!

    E os subsídios que o M.N.E. atribui a certas "fundações" ?

    Um braço triste por este Portugal que agora tenho.

    ResponderEliminar
  14. Caro Jorge
    Será que vamos conseguir MATAR O MONSTRO...???

    ResponderEliminar
  15. MGHORTA
    Tem toda a razão.

    João Menéres
    Pois é, eles não entregam nada ou entregam com aldrabices e ninguém lhes vai à mão.

    Gaspar
    Se não for agora não sei quando será. Não percamos a esperança.

    ResponderEliminar
  16. E assim vamos vivendo...todos muito acomodados a todas estas situações,eu queria fazer algo,o Jorge também ,aquele outro concerteza que está desejoso de berrar,mas para quando?
    E o tempo vai passando e o monstro devorando...

    bjo

    ResponderEliminar
  17. eu estou assustada com o que li aqui rsssssss... como vai ser a minha velhice??? se já nem a reforma vai ser igual ao que era estipulada quando iniciei o meu trabalho? até isso nos roubram por lei... meu deus... por vezes é melhor nem pensar!!!
    mas a minha profissão obriga a pensar e mesmo que eu não queira esta mioleira está sempre a funcionar rssssssss rimou :)
    votamos neles para serem eles, OS MONSTROS, a pensarem né? mas nós é que damos cabo da nossa cabeça a tentar resolver o impossível...

    essa dos lenços pretas à janela!!!!??????... hummmmmm é uma idéia muito boa!!!!!...e que tal começarmos a pensar numa MANIF rssssssss

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.