terça-feira, 7 de abril de 2009

Um silêncio


Há um silêncio escavado

no meio da pedra,
silêncio escavado
no meio da vida.
Tão fundo, tão fundo,
é um grito.

Silvia Chueire (poetisa brasileira)

10 comentários:

  1. Bonita foto!
    Aqui, se prova que até as pedras podem falar...
    por imagem e por palavras
    Um abraço
    Lília

    ResponderEliminar
  2. Achei "UM SILÊNCIO" com força a condizer com o B&W desta sua imagem.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Tão bonito o poema Jorge!!! pequenino e com tanto conteúdo :) adorei juntamente com a imagem... mesmo cinzenta é tocante! Gostei mesmo.

    Beijinho para si.


    E faz favor de ir buscar um PRÉMIO que está no meu Blog "os meus miminhos"... é selectivo :)
    e gostaria de vê-lo aqui no fundo do seu BLOG rsssssssssss

    ResponderEliminar
  4. Lília
    João Menéres
    ellen
    Sérgio

    Obrigado a todos pela visita e comentários.

    ResponderEliminar
  5. Lindo e doce o poema!

    Suave,altiva e pacífica a imagem!!!

    Belezas que se completam!

    Beijo!Sonia Regina.

    ResponderEliminar
  6. Perfeito casamento entre palavra e imagem!

    Oi, este é um comentário convite.
    Como vc participou da coletiva O livro da minha vida, estou convidando para mais um evento sobre literatura em 18 de abril no Fio de Ariadne.
    Visite o Fio amanhã, 08 de abril e, caso se identifique com a ideia, coloque seu nome na lista e concorra a um livro da Jorge Zahar Editor.

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. O silêncio interior é um dos sons mais barulhentos que existem.

    Abraços

    ResponderEliminar
  8. Que belo poema Jorge. Não conhecia esta poetisa Silvia Chueire. Pesquisei e descobri mais coisas bonitas dela, outras poesias. Uma carioca, mãe de três filhos e psiquiatra.

    Abraços
    Berenice

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.