quarta-feira, 8 de abril de 2009

O Horror e a Besta


O HORROR

Um novo balanço do sismo de Itália refere a morte de 272 pessoas, entre os quais 16 crianças, e onze desaparecidos, segundo dados da protecção civil italiana, citada pela agência ANSA. Além das vítimas mortais, há a registar mais de mil feridos, dos quais cerca de uma centena em estado grave.

Para já, os esforços estão concentrados nos socorros. Oito mil e quinhentas pessoas estão no terreno.

Dezassete mil, dos 28 mil desalojados pelo sismo em Áquila, vivem actualmente nas tendas instaladas pelas autoridades. Os restantes deixaram a zona rumo a casa de amigos e familiares.
Quanto tempo irá a situação durar: é a questão que todos se colocam. Todos temem que se prolongue por anos, como reconhece o chefe da Cruz Vermelha.

A BESTA

Sílvio Berlusconi, diz que os desalojados deviam enfrentar estes dias como "um acampamento de fim-de-semana".

A declaração do primeiro-ministro italiano foi proferida ao canal alemão N-TV, num comentário às condições de auxílio às vítimas.

"Eles têm tudo o que precisam. Têm apoio médico, comida quente... Claro que o local onde estão é temporário, mas deviam encarar a situação como um fim-de-semana de campismo", referiu Sílvio Berlusconi, em entrevista.