terça-feira, 3 de março de 2009

Torcal de Antequera - A força da Terra


O Torcal de Antequera é uma área natural localizada no município de Antequera, na província de Málaga, na Andaluzia (Espanha), famosa pela maneira caprichosa como vários agentes erosivos moldaram sua pedra calcária. A sua extensão é de cerca de 20 quilómetros quadrados.


As suas origens remontam ao período jurássico, compreendido entre 250 e 150 milhões de anos atrás, mais especificamente à Era Secundária, isto é, há cerca de 150 milhões de anos. Nessa altura, a área era um corredor marítimo compreendida entre o Golfo de Cádis em Alicante, e o primitivo Oceano Atlântico e Mar Mediterrâneo.



O deslocamento alpino, na Era Terciária, levantou os sedimentos calcários depositados no fundo do oceano, dando lugar a montanhas, cujos cumes tinham muitas vezes a forma de um cogumelo, mantendo muitas das suas fissuras horizontais sedimentares, apesar de terem subido mais de 1000 metros sobre o nível das águas.



O Torcal de Antequera é uma das mais importantes paisagens cársticas conhecidas no mundo.
É uma Área Protegida Natural e declarada "Local Natural de Interesse Nacional" em 1929.

8 comentários:

  1. Jorge, quando estivemos na Espanha, visitamos uma ilha chamada Dragonera. Ela é uma reserva protegida. Nao se podia banhar nela e nem comer nada por lá.

    Essas reservas sao mesmo um fascínio.

    Lindas fotos.

    Abracos

    ResponderEliminar
  2. Por acaso conheço. Durante anos, fiz 15 dias de férias no sul de Espanha e /ou sul de França.
    Era uma semana para viajar. Todos os anos por estradas diferentes e para destinos diferentes.
    Depois, 15 dias de papo para o ar (±, é claro).
    No regresso, mais uma semana por outras estradas e novos pontos de passagem e estadia.
    Nessa altura, eu dizia que conhecia mais de Espanha do que 90% dos espanhóis...
    Não havia ainda auto-estradas, felizmente.
    Desse período, lembro-me que em Cannes e em Nice apanhámos a temperatura da água mais elevada. À volta dos 27º...
    Outro fenómeno semelhante, existe junto a Cuenca.
    É a denominada Cidade Encantada.
    Conhece?

    Nessa altura, a Fotografia não era o meu hobby...

    Muito interessante a sua postagem, com óptimas imagens e texto pedagógico.
    Por alguma razão o .Blog é uma das minhas perdições...

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  3. Georgia
    A Espanha tem coisas muito bonitas, mas Portugal também (rs).

    João
    Obrigado pelo comentário.
    Não conheço Cuenca ma já tinha ouvido falar.
    Também já fui fã dessas viagens (com roulotte atrás) e realente há coisas lindíssimas e únicas.
    Na última que fiz dessa forma estive na região da Camargue mas nessa altura tinha a mania dos diapositivos. Talvez um dia abra a mala e os digitalize. Pode ser que haja alguma coisa em condições.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Que coisa mais linda.

    Tem um mimo pra vc no Fio hoje, abraço!

    ResponderEliminar
  5. Parabéns Jorge
    Muito linda esta região.
    Perna que o dia não tenha ajudado o Fotógrafo.
    Grande abraço
    G.J.

    ResponderEliminar
  6. Gaspar
    Nem o dia, nem a maquineta que eu tinha nessa altura. (rsss)
    O meu amigo nem imagina a molha que apanhámos. Mas valeu a pena.
    Vale a pena visitar o Parque num bom dia de sol e com uma máquina fotográfica a sério.

    ResponderEliminar
  7. Se os diapositivos forem Kodachrome e estiverem ao abrigo da luz e da humidade, pode ter a certeza que vai digitalizar preciosidades.

    Nunca fui adepto de auto-caravanas, nem de caravanas...Manias !

    ResponderEliminar
  8. Local interessante. Valeu conhecer. Um abraço. Drauzio Milagres.

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.