domingo, 15 de fevereiro de 2009

Tertúlia Virtual - O Tempo


Tertúlias Virtuais

Tempo ?

Bom ? Mau ?
Quente ? Frio ? Tórrido ? Gélido ?

Chuva ? Sol ?

Quando ?
Passado ? Presente ? Futuro ? Ou então ...

AGORA MESMO

Está gente a morrer agora mesmo em qualquer lado
Está gente a morrer e nós também


Está gente a despedir-se sem saber que para

Sempre

Este som já passou Este gesto também

Ninguém se banha duas vezes no mesmo instante

Tu próprio te despedes de ti próprio

Não és o mesmo que escreveu o verso atrás

Já estás diferente neste verso e vais com ele


Os amantes agarram-se desesperadamente

Eis como se beijam e mordem e por vezes choram

Mais do que ninguém eles sabem que estão a despedir-se


A Terra gira e nós também A Terra morre e nós

Também

Não é possível parar o turbilhão

Há um ciclone invisível em cada instante

Os pássaros voam sobre a própria despedida

As folhas vão-se e nós

Também

Não é vento É movimento fluir do tempo amor e morte

Agora mesmo e para todo o sempre

Amen

Manuel Alegre, in "Chegar Aqui"

36 comentários:

  1. Boa escolha

    Penso que talvez tenha chegado o Tempo de Manuel Alegre andar com a sua ideia para a frente.
    Nao pode continuar a "andar por ai.."

    ResponderEliminar
  2. Viva, Jorge!

    Se ele se dedicasse em exclusivo à poesia é que deuxaria de ser uma perda de tempo.

    Gostei da abordagem.

    Abraço

    Ruben

    ResponderEliminar
  3. EXCELENTE PARTICIPAÇÃO!
    GOSTO MUITO DESTE POEMA DO GRANDE MANUEL ALEGRE.

    PARABÉNS JORGE

    ABÇ
    G.J.

    ResponderEliminar
  4. Muot bonito este poema !Em cada gesto temos um prenúncio do final de tudo!

    Triste e belo!

    Um abraço!Sonia Regina.

    ResponderEliminar
  5. Lindo!
    O tempo é tudo e é tantos ao mesmo tempo!

    ResponderEliminar
  6. Jorge, com certeza este texto escolhido por você sobre o tempo está certíssimo.

    Um abraco

    ResponderEliminar
  7. Este poema diz tudo sobre nossa angústia em relação ao tempo, um elemento sobre o qual não temos ação alguma e que rege nossas vidas.
    Excelente escolha, parabéns!
    Abraços e um bom domingo.

    ResponderEliminar
  8. Foi bom conhecer esse poeta, que pelo que vejo é muito admirado pelos Portugueses! É sempre TEMPO de conhcer gente nova com bons textos!
    Bonita postage, Jorge! Obrigado por estar participando!

    Forte abraço e bom Domingo!

    PS- HD Externo é o nome do equipamento que copio as postagens mensalmente!

    ResponderEliminar
  9. "A Terra gira e nós também, a Terra morre e nós também"...amei!
    Vejo que seu tempo foi bem aproveitado nesta Tertúlia meu amigo.
    Este texto é magnífico!
    Um grande beijo e um tempo de muito sossego neste Domingo

    ResponderEliminar
  10. O Poeta Alegre tem excelentes poesias. Esta é uma delas. Estou com outros comentadores: não andará agora a fazer-nos perder tempo nas suas diatribes politico-passivas?

    ResponderEliminar
  11. Manuel Alegre e a inexorabilidade do tempo.
    Parabéns e um bjo,

    Milouska

    ResponderEliminar
  12. Tempo é fim e recomeço, até os tempos dos tempos finais.
    abraço, Jorge

    ResponderEliminar
  13. O tempo passa e Manuel Alegre não dá por isso.
    Mas a sua poesia é intemporal e universal. Um dos grandes poetas portugueses. A política às vezes estraga a pintura e a imagem do purista que ele quer vender.

    ResponderEliminar
  14. Gosto de Manuel Alegre! e gostei da sua escolha.
    Eu fiz uma 'batota' :)... passe pela minha tenda!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  15. A única constÂncia é a mudança, já diia descartes. e assim é.

    ResponderEliminar
  16. OLÁ JORGE
    BOA TARDE
    BELO POEMA DE MANUEL ALEGRE
    BOA ESCOLHA
    ESTOU INTEIRAMENTE DE ACORDO COM O COMENTÁRIO DO FRANCISCO CASTELO BRANCO E DO MARCOS
    BOM DOMINGO
    BEIJINHOS

    ResponderEliminar
  17. Não conhecia este poema, muito bom! "ninguém se banha duas vezes na mesma água". Brutal!

    ResponderEliminar
  18. Belissimo poema,parabens pela escolha.

    Abraços

    ResponderEliminar
  19. Caro Jorge;


    Gosto do Manuel Alegre 'Poeta'...!

    O Manuel Alegre 'Deputado' tem dias...

    Está muitas vezes contra o partido no governo [PS], escreve comunicados de protesto mas, depois, com algumas honrosas excepções, vota com eles.

    Abraço

    I.

    ResponderEliminar
  20. Lindo, amei, intenso, verdadeiro.

    bjs no coração

    Chris

    ResponderEliminar
  21. Oi, Jorge,

    excelente Manuel Alegre! Sempre ótima escolha!

    Que bom participar desta Tertúlia!

    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  22. Uma escolha acertada. A força de algumas palavras transmite-nos esse sentido do tempo que nos comanda. Agora, já vai sendo tempo do Alegre deputado avançar, "não é possível parar o turbilhão"...
    Abraços e Bom Domingo!

    ResponderEliminar
  23. Retribuindo a visita ao Interlúdio. Gosto demais de Manuel Alegre! Sempre bom ler sua poesia!

    Boa semana. Grande abraço!

    ResponderEliminar
  24. Jorge,

    Excelente sua escolha para a tertúlia! Adorei o poema, muito verdadeiro.

    Abraço

    ResponderEliminar
  25. Jorge, não conhecia o poeta Manuel Alegre, mas sua apresentação já valeu. Excelente pensamento.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  26. Uma beleza de poema! Não conhecia Manuel Alegre... obrigada por me apresentar!

    Gostei de receber sua visita. Eu também acho dramática mas belas as fotos de tormenta, nuvens carregadas, céu escuro, prenúncio de chuvarada...
    Abraços.

    ResponderEliminar
  27. Porque ainda nao conseguimos parar o tempo, nem, no tempo... estamos todos nesta bela tertulia...
    viajando com o Jorge e Manuel Alegre nos sentidos... sem pressa!!!

    ResponderEliminar
  28. Muito legal!!
    Adorei sua participação!
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  29. Porque cada ato nosso na Terra pode ser o último.

    ResponderEliminar
  30. Jorge que belíssima participação...Obrigada pela visita e comentário.Abraço Vi

    ResponderEliminar
  31. Olá Jorge!
    Gostei... da habilidade do boletim meteorológico vs estados de espírito (passado, presente, futuro) ao MA.
    O tempo é tb um momento e, este que me proporcionou, foi um que me fez sorrir.

    É assim... o tempo, da tertúlia é um agilizador social, rs - tenho q voltar a este jardim. Gostei!
    Um abraço, cheio de sorrisos

    ResponderEliminar
  32. Caro amigo. Foi um prazer passar por aqui. Não o fiz no Domingo, pois é habitual ser um dia de trabalho para mim (profissão, a quanto obrigas). Esta tertúlia constituiu para mim uma novidade, agradável diga-se,a oportunidade conhecer novos espaços, fascinou-me.Ainda bem que o "Tempo" me deu ocasião para tal. Um bom dia e tudo de bom para o meu amigo.

    ResponderEliminar
  33. Muito bom!
    Eu adoro Manuel Alegre :)
    Uma referência, a diferença no meio da pobreza de espírito...

    Abraços!

    ResponderEliminar
  34. Oi Jorge!

    Acabei de aderir ao Tertulia Virtual e estou circulando pelos que participaram. Muito legal a sua abordagem ao tema!
    Minha postagem: O Tempo


    Abração
    Gabriel Dread

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.