sábado, 31 de janeiro de 2009

Politicamente correcto


"O histórico deputado do Partido Socialista, Manuel Alegre, disse hoje no Porto, que José Sócrates não é acusado de nada e pediu empenho nas investigações para que a verdade seja esclarecida.

“Segundo a única entidade competente, o procurador-geral da República, José Sócrates não é acusado de nada e, portanto, aquilo que eu desejo é que as coisas sejam esclarecidas, porque é muito ingrato para uma pessoa estar sujeita a ser julgada na praça pública”, disse Alegre em declarações aos jornalistas momento antes de proceder à inauguração da sede do Porto do MIC (Movimento de Intervenção e Cidadania).

Evitando comentar o silêncio do Presidente da República relativamente ao caso Freeport – “compete ao PR definir aquilo que deve dizer ou não deve dizer”- o ex-candidato presidencial disse que “parece que há dificuldade em investigar e as coisas demoram muito tempo e depois ninguém é acusado, ninguém é inocentado”. “Vive-se uma nebulosa e isso não é bom para a democracia”, rematou Manuel Alegre." (Fonte: Público)

Não se esperava outra coisa de Manuel Alegre a não ser o politicamente correcto.
Dentro do Partido Socialista o incómodo já será notório, pelo arrastamento que o assunto Freeport necessariamente acarreta e de que as sondagens são reflexo.
Aguardemos os desenvolvimentos políticos.

1 comentário:

  1. CLARO JORGE,
    AGUARDEMOS OS DESENVOLVIMENTOS POLÍTICOS E VEJAMOS O QUE VAI DAR...!!!
    BOM DOMINGO PARA SI E PARA A SUA ESPOSA
    BEIJINHOS PARA OS DOIS

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.