domingo, 21 de dezembro de 2008

Os profissionais da saúde não são como os professores


O conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) apresentou a sua demissão em bloco à ministra da Saúde, Ana Jorge, revelou hoje fonte hospitalar. De acordo com a mesma fonte, os directores de serviços de médicos e de enfermagem do hospital de Portalegre e os directores de quinze dos 16 centros de saúde que compõem a ULSNA também apresentaram a sua demissão.
Esta tomada de posição, surge como forma de contestação por ainda não terem sido nomeados, por parte do Governo, dois elementos do conselho de administração para chefiar a direcção clínica e assumir o cargo de administrador delegado da ULSNA. Este processo, segundo a mesma fonte, arrasta-se há dois meses.

A ULSNA, constituída a 1 de Março de 2007, integra os hospitais de Portalegre e Elvas e os 16 centros de saúde do distrito de Portalegre. A mesma fonte hospitalar revelou que, na sequência das demissões apresentadas à ministra da Saúde, os funcionários da ULSNA estão a promover um abaixo-assinado, que tem como objectivo mostrar a sua solidariedade para com os elementos demissionários.
(Fonte: Público)

Como eu dizia há dias atrás, os profissionais de saúde não são como os professores.
Já imaginaram o que seria se todos os elementos de todos os Conselhos Executivos das Escolas deste país, se demitissem ?
Curiosamente alguns até se mostram nas manifestações ... mas não se demitem.

1 comentário:

  1. TEM TODA A RAZÃO, JORGE.
    Só assim é que as coisas podem andar !!!

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.