quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Escândalo na Ilha da Madeira (2)


Não posso, nem quero, aplaudir a atitude de José Manuel Coelho, Deputado do PND, a que ontem me referi, nem sequer comungo dos seus ideias políticos. Muito pelo contrário.
Mas a LIBERDADE é coisa que prezo muito.
E na Madeira parece que DEMOCRACIA é entendida como FORÇA BRUTA DA MAIORIA.
Tenho que reprovar veementemente, isso sim, é o facto dos seguranças terem impedido, hoje, o Deputado de entrar no edifício do Parlamento Regional.
Não será isto uma manifestação de tom fascista ? Não é ele um Deputado eleito pelo povo que nele votou ? Não será isto mais uma prova do tão falado défice democrático madeirense ?
Para que servem os Tribunais ?

3 comentários:

  1. Jorge,

    Vi essas imagens esta manhã,e as de ontem dentro do Parlamento.

    Tudo isto é excessivo,seja a cena da bandeira nazi e palavras exaltadas,seja agora de proibirem a entrada deste deputado.
    O que fiquei pensando é que estas situações todas revelam como o reino da Madeira está podre.
    Este lamentável estado e ambiente de politica e sociedade regional na Madeira é da inteira responsabilidade do Sr.Jardim,ele tem criado um regime medíocre de prepotência que assemelha-se quase a uma máfia.

    E na Madeira quando ele deixar o poder,poderá surgir uma guerra politica sem quartel...geralmente depois das ditaduras vem a anarquia.

    Abraço amigo,
    joao

    ResponderEliminar
  2. Bela análise, João.

    Concordo com tudo o que diz.

    Mas o que é pior é que isto é Tempo da Antena gratuito, que é o que o tal deputado quer.

    Deve estar a esfregar as mãos de contente e a dizer como o nosso Primeiro Ministro: "Porreiro, pá !!!"

    ResponderEliminar
  3. Sim,o ambiente mental na Madeira está nestas condições,todos aproveitando para aumentar mais a confusão numa situação explosiva e mesquinha...

    Abraço Jorge,
    joao

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.