segunda-feira, 30 de junho de 2008

Saudades de Coimbra


Não há nenhum antigo estudante de Coimbra que não sinta saudades da sua passagem por aquela cidade.
Ali crescemos como homens e mulheres, ali amámos, ali fizemos as nossas tropelias de juventude. Mas também ali sofremos, ali passámos noites em claro agarrados aos livros, ali enfrentámos grandes desafios.
Quase todos dizem que valeu a pena.
Eu não sou excepção.


As imagens foram retiradas de sites de partilha de fotos, a música é um dos fados mais lindos que ouvi cantar, a voz é inconfundível: José Afonso, nos seus tempos de estudante, com guitarras e violas do Quinteto Académico.
Espero que gostem.


7 comentários:

  1. Que lugar lindo! E que música bela!
    Me deu até vontade de estar em Coimbra... Quem sabe um dia, não?!
    Bjuuu, querido.

    ResponderEliminar
  2. Quem sabe. Se vier avise. Bjs

    ResponderEliminar
  3. Saudades, saudades, saudades. É só o que se sente de Coimbra, saudades associadas, claro, a todas as boas recordações do que nós, que passámos em Coimbra, vivemos e sentimos. E se hoje soubesse o que sei, tinha vivido e sentido mais ainda!

    P.S. - Até o meu namorado que estudou em Lisboa e só ia ter comigo a Coimbra de visita sente (quase) tanto a cidade como eu, como o Jorge. Sorte a dele que agora voltou lá para trabalhar. :)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Coimbra é e será a cidade das mais belas memórias.

    ResponderEliminar
  5. oh coimbra!! Coimbra é encanto, sem dúvida alguma!
    Estudo lá e ja quero que as aulas comecem. Praxes, caloiros, faculdade, noites... Coimbra deixa-me aquele brilhozinho de orgulho nos olhos

    ResponderEliminar
  6. Convite e pedido de divulgação

    Carlos Edgar vem por este meio convidar para a apresentação do livro Saude 24 horas que terá lugar na livraria Bertrand Dolce Vita no dia 5 de março pelas 18 horas... grato pela atenção... carlos edgar

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.