segunda-feira, 2 de junho de 2008

Morreu Yves Saint Laurent


Um dos maiores costureiros franceses do século XX morreu domingo à noite, em Paris, aos 71 anos.
O costureiro Yves Saint Laurent, que morreu domingo deu, segundo Chanel, uma nova liberdade às mulheres, criando «um guarda-roupa contemporâneo», baseado num vestuário de inspiração masculina, como o seu célebre smoking criado em 1966.
Nascido a 1 de Agosto de 1936 em Oran, na Argélia, Yves-Mathieu Saint Laurent conheceu a glória no mundo da alta costura ainda muito novo. Com apenas 17 anos chegou a Paris e rapidamente passou a colaborar com Christian Dior (1954), a quem sucedeu depois da inesperada morte deste, em 1957.
Logo no seu primeiro desfile, em 1958, Saint Laurent rompeu os cânones em vigor então no mundo da moda. Em 1961 criou a sua própria casa de alta costura, numa parceria com Pierre Bergé.
É em 1962 que Yves Saint Laurent cria a sua primeira coleccção sob um símbolo que permanecerá imutável, YSL: três letras pretas sobre fundo creme. Quatro anos mais tarde, populariza o pronto a vestir com a sua primeira loja, «Rive gauche».
Regularmente, o costureiro que subverteu os cânones, cria acontecimentos, transforma as suas colecções em happenings, dá escândalos, como em 1971, com a sua colecção inspirada nos anos 40,ou em 1977, com o lançamento do seu perfume Opium.
Depois de 40 anos de sucessos, Yves Saint Laurent disse adeus ao mundo da alta costura em 2002, porque «já não se reconhecia nesta actividade». (Fonte: Visão.pt)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.