sexta-feira, 2 de Maio de 2008

Prós e Contras - RTP - Fátima Campos Ferreira


"FERVE e PI's silenciados no 'Prós e Contras'

Estes dois movimentos anti-precariedade tinham sido convidados a participar num debate televisivo sobre as novas propostas de leis laborais apresentadas pelo Governo.
Quando o representante do FERVE (André Soares) e dos Precários-Inflexíveis (João Pacheco) foram conduzidos aos camarins, foi-lhes dito numa escada de acesso que afinal havia demasiados convidados e apenas um deles poderia falar. Os representantes dos dois movimentos decidiram partilhar o curto "tempo de antena”.
Na sua curtíssima declaração, o representante do FERVE, André Soares, colocou várias questões incómodas ao ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva. A partir desse momento foi impossível os representantes destes dois movimentos anti-precariedade voltarem a falar.
O representante do FERVE abandonou o auditório pouco depois de ter falado e de não ter tido direito a respostas do ministro Vieira da Silva, coisa que se esperava de um debate, modelo em que o programa se insere.
O representante dos Precários-Inflexíveis ficou longos minutos de pé na primeira fila da audiência, com um microfone desligado na mão, à espera de poder falar pelo menos uma vez. Ao fim de algum tempo, foi convidado a sair por uma das pessoas da produção do programa.
Com João Pacheco saíram do auditório, em solidariedade, todos os membros dos Precários-Inflexíveis presentes até esse momento nas filas da frente do auditório.
Os Precários-Inflexíveis e o FERVE repudiam o que aconteceu no "Prós e Contras" e estão a preparar uma queixa formal ao Provedor do telespectador da Rádio e Televisão de Portugal, professor Paquete de Oliveira." (fonte: http://fartosdestesrecibosverdes.blogspot.com/).

Pros e Contras

Fátima Campos Ferreira, em cada semana que passa, mais deixa estalar o verniz e melhor mostra o seu verdadeiro rosto.
A sua parcialidade, o desejo de defender as posições do Governo, já se tornam notadas por qualquer, mesmo incauto, espectador da televisão do Estado, que, por ser de serviço público, se deseja isenta, clara e informativa.
As opções pessoais da apresentadora estão a vir cada vez mais ao de cima, por vezes tocando as raias da defesa do indefensável, como foi o caso do debate com a Ministra da Educação.
É pena, porque o programa Prós e Contras era um dos de maior qualidade da RTP.
Que fará o Provedor do Telespectador ? Esperamos uma atitude firme .

4 comentários:

  1. Então ainda não sabiam que aquilo é a palhaçada do "p´ros e a favor"?
    Ingénuos...

    ResponderEliminar
  2. Já tive oportunidade de enviar uma reclamação ao provedor do telespectador sobre o assunto e, embora sem saber essas jogadas sujas de bastidores, há muito tempo que cheguei à conclusão de que essa senhora deve sair do programa, pois convida sempre elementos do Governo para os debates. Estes falam sempre mais do que os outros convidados, que ainda por cima são sistematicamente interrompidos pela apresentadora, principalmente quando são inconvenientes para os governantes. Esta senhora tem a mania de intervir no debate, como se fizesse parte dele, onde mostra todo o seu facciosismo e muitas vezes a sua ignorância.

    Não acredito que sejamos os únicos a ver estas coisas e a fazer reclamações. Mas FCF deve estar muito bem escorada dentro da RTP e ficará de pedra e cal no programa, que poderia ser um excelente programa com outro apresentador.

    Parabéns pela atitude de desmascarar esta senhora e a censura que vigora no seu programa.

    ResponderEliminar
  3. a fatinha está no canal controlado meu caro

    ResponderEliminar