sexta-feira, 30 de maio de 2008

Greve no sector das pescas


A frota de pesca portuguesa inicia hoje uma greve contra o aumento dos preços dos combustíveis.
As associações de armadores e pescadores portugueses decidiram, em consonância com os sectores pesqueiros de Espanha, Itália e França, iniciar uma paralisação total na sexta-feira, por tempo indeterminado, para chamar a atenção dos governos e da União Europeia para as consequências que o aumento do gasóleo está a ter na sua actividade.
As frotas espanhola e italiana cumprem já greve por tempo indeterminado, às quais se deve juntar a frota grega.
Pescadores e armadores portugueses têm ainda planeada uma manifestação em Lisboa, junto à residência oficial do Primeiro Ministro.
A situação na União Europeia é preocupante.
Apesar da paralisação, o ministro português da Agricultura e Pescas, Jaime Silva, garantiu já que o peixe não escasseará em Portugal. Opinião diversa da Associação de Armadores de Peniche, para quem o peixe fresco deverá começar a escassear nas lotas e o preço deverá mesmo disparar.
Continuamos a não ver luz ao fundo do túnel, continuamos a ter um Governo paralítico e sem iniciativas, a navegar ao sabor da corrente.

1 comentário:

  1. Olá!

    Confesso, que nunca tinha passado por aqui, passei hoje e gostei dos assuntos aqui tratados. Vou passar por aqui mais vezes. Parabéns pelo bolg. Até breve!

    Safira

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Agradeço o seu comentário.